«

»

Our Valued Costumers, o diário de uma comic shop

Ah, as glórias e as dores de trabalhar atrás do balcão de uma comic shop. Muito mais dores do que glórias. A rotina totalmente desequilibrada entre os dias úteis desertos, só tirando poeira das estantes (uma poeira que pertence ao lugar e parece nunca desaparecer) e carregando caixas pesadissímas e os fins-de-semana insanos com a loja lotada, centenas de freaks do card-game comprando boosters enlouquecidamente, malucos do RPG berrando à plenos pulmões para fazer seu personagem ser ouvido no meio dessa algazarra e colecionadores de HQs maníacos-compulsivos preocupados com as impressões digitais dos lojistas na capa da sua preciosissíma Youngblood #15.

Vou dizer para vocês, uma vez estando do outro lado do balcão, eu passei a respeitar muito mais esses profissionais das vendas. Só a quantidade de comentários estranhos, desconexos, idiotas, desinformados ou simplesmente bizarros sobre os produtos vendidos é o suficiente para enlouquecer qualquer um, principalmente se você realmente ama esses universos nerds, como eu.

Foi tendo a ideia de reunir em um blog todos esses tipos de comentários que "MRTIM" (escondendo seu nome real, claro), dono e atentende de uma comic shop americana criou OUR VALUED COSTUMERS, uma coleção de quadros ilustrando bem a galera que frequenta sua loja.

Cara, eu queria ter tido essa ideia antes!

Veja mais quadrinhos do diário de MRTIM em OUR VALUED COSTUMERS!

Sobre o autor

Matheus Vale

Matheus Vale, o "HQ-Man", é quadrinhologista, arqueocomicólogo e teórico da Nona Arte, e dedica um tempo absurdo com essas bobagens, porque ama todos esses universos.

2 comentários

  1. EdPalhares

    Ótima a idéia do cara, já que o material é infinito e ele só precisa lembrar de anotar as pérolas dos clientes(tá to simplificando bem só pra ilustrar). E olha, a frase da última arte daria uma camiseta que venderia horrores só por ser tão absurda. hehehehe

  2. Chuck

    Ouvir essas pérolas pessoalmente deve ser uma experiência única.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *