«

»

Mazzucchelli diz: “Não comprem Batman: Ano Um!”

Parece um contrasenso, o autor de um dos maiores best-sellers das histórias em quadrinhos fazer propaganda negativa da própria obra (e consequentemente, perder dinheiro de royalties), mas é isso mesmo que você leu: David Mazzuchelli, ilustrador o clássico e aclamado Batman: Year One, não quer que você, nem ninguém, compre a nova edição Deluxe da história.

Isso porque a nova edição foi muito alterada pela DC Comics, segundo o autor, e alterar obras de arte sem consentimento do autor é um jeito garantido de atrair a ira dele e dos leitores.

Segundo a autor, toda a preparação que ele fez para o lançamento da edição foi "jogada no lixo":

A DC me mandou o livro semana passada, e eu realmente espero que as pessoas não o comprem. Eu nem sabia que estavam fazendo essa edição nova, e nem entendo porque ela seria necessária. Alguns anos atrás, a DC me perguntou se eu ajudaria a fazer uma edição “deluxe” de Batman: Ano Um (Nota do editor: Edição de 2005, publicada no Brasil como “Batman Ano Um Edição Definitiva” em 2011), e Dale Crain e eu trabalhamos meses nessa versão. Agora, quem quer que esteja no comando jogou todo esse trabalho no lixo.

Primeiro, eles redesenharam a capa, e recoloriram minha arte, provavelmente para ficar mais parecido com seu pequeno DVD (NdoE: A animação Batman: Ano Um, da Warner Studios, de 2011); Depois, imprimiram em papel brilhante, o que nunca foi parte do projeto original, desde a publicação do primeiro encadernado em 1988; Terceiro, e o pior de tudo, eles imprimiram as cores de arquivos corrompidos e fora de foco, obscurecendo completamente a arte pintada a mão do Richmond [Lewis]. Qualquer um que tenha pago por isso deveria mandar sua cópia para a DC e exigir seu dinheiro de volta!”

Certamente eu simpatizo com o caso do Mazzucchelli. Isso não apenas implica com a ética das editoras em alterar a arte sem permissão como também ofende a sensibilidade dos leitores e colecionadores. Batman: Ano Um é uma daquelas obras perfeitas que não precisam ser mexidas de forma alguma, e essa atitude caça-níquel compromete a sempre ameaçada seriade de toda a indústria dos quadrinhos.

Essa nova edição adulterada será posta a venda no dia 14/03/2012 nos EUA. Se você possui uma edição anterior, você está seguro.

E você, o que acha?

Via

Sobre o autor

Matheus Vale

Matheus Vale, o “HQ-Man”, é quadrinhologista, arqueocomicólogo e teórico da Nona Arte, e dedica um tempo absurdo com essas bobagens, porque ama todos esses universos.

5 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Bruno Geddy

    Concordo contigo man… É incrível como a indústria tem a manha de ferrar com tudo o que ela toca, com raras excessões…  E sobre o blog, tá de parabéns, só faltam mais vídeos! Abraço!

    1. Matheus Vale

      Valeu, Brodah! \o/

  2. harryalerta

    O autor tem o direito moral, independente de possuir ou não direitos legais sobre sua obra, de declarar um boicote total a qualquer coisa que seja produzido a partir de seu trabalho. Eu jamais compraria algo que eu sobesse que o autor repudia. (eu sei que o Mazzucchelli não é o escritor, ok? autor como termo genérico de produtor de conteúdo)

  3. João

    CA-RA-CA!!
    O cara detonou sem dó! Admiro demais essa atitude que mostra que o autor se preocupa com a arte e não com o dinheiro!
    Realmente, louvável!

  4. WESLEY CHAVES

    As grandes editoras e suas ideias genias, não me surpreendo mais com nada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *